Uberlândia Esporte receberá indenização por Bruno Henrique

Em janeiro de 2016, o Goiás Esporte Clube vendeu o atacante Bruno Henrique (foto) para o time alemão Wolfsburg, numa negociação de 4,5 milhões de euros. Por ter jogado no Uberlândia Esporte Clube em 2013 e 2014, a equipe mineira entrou com procedimento para recebimento de sua cota parte na formação do jogador, contratando o escritório Jamar Advocacia, de Uberlândia/MG, através do Dr. Luiz Martins Netto, em parceria com o escritório paulista Carlezzo Advogados Associados, que destacou para estar à frente da demanda os competentes advogados Drs. Rodrigo Marrubia Pereira e Eduardo Diamante Teixeira de Souza.

A pedido do presidente do Uberlândia Esporte, Carlos Augusto Ribeiro Ferreira Braga, todo o procedimento foi realizado sem cobrança inicial de honorários, firmando que somente com o sucesso da empreitada seriam deduzidos honorários finais.

Com o esforço jurídico de todas as bancas advocatícias, o Uberlândia Esporte Clube irá receber em breve do Wolfsburg o valor bruto de 45.892 euros, em torno de 155 mil reais. Destes valores serão descontados os honorários dos advogados paulistas, sendo que o Dr. Luiz Martins Netto, torcedor apaixonado do Furacão da Mogiana, abriu mão de sua cota parte dos honorários.

O advogado Luiz Martins Netto ficou emocionado por ajudar seu clube do coração. “Foi uma vitória histórica. Recebi esta notícia neste 23 de março de 2017, que é o dia do meu aniversário. O Presidente Guto merecia mais esta importante vitória na sua administração”, frisou.

Agora o Uberlândia Esporte Clube luta para receber do Santos Futebol Clube a mesma verba, já que o clube alemão vendeu o jogador para a equipe santista no início de 2017.

Tags: , , , , ,